Qual é o teu amor que nunca morreu?

Eu acho que tem amor que nunca morre. Eu acho não, eu tenho certeza. E não estou falando aqui de amor que nasce através da Maternidade, estou falando de amor com paixão. Vocês sabem que são amores diferentes, né? Tem alguns que chegam destruindo tudo que tem em volta; vão-se os amigos, fica para trás a família, o trabalho vira segundo plano e o próximo plano é uma lua de mel nas Ilhas Maldivas. Esse vai fundo, beeeem fundo na hora, mas depois de uns bons dois anos vai beeem rasinho. Vocês sabiam que a duração de uma paixão é de aproximadamente 2 anos? Por isso que dizem que o relacionamento que passa dos 2 anos, pode ir muito longe…

Mas não é desse aprendizado de adolescente que eu estou falando, estou falando daquele que chega como quem não quer nada, aquele amor que de tão bobo, nem parece amor. Sabe quando você esta na balada, encostada no bar meio desiludida com as coisas e chega alguém como quem não quer nada, sem te surpreender muito, mas que de repente vira uma boa companhia na noite? É desse que eu to falando… Esse que foi colocado ali propositalmente só pra esfregar na tua cara que o amor a primeira vista dura só até o próximo verão, e olhe lá.

Os melhores amores começam meio mornos, tipo café sem espuma. Mas esse é justamente aquele interessante, sabe porque? Porque a gente olha e pensa: mas por que diabos to eu aqui, nessa cafeteria tomando um café tão xoxo? Por que diabos essa balada esta tão sem vida hoje? Porque se ela estivesse boa, você nem iria dar bola para o café morno, digo, para a boa companhia. Ele estava ali te esperando, ou será que você foi pra lá só para encontrá-lo? Bom, não importa, porque nesse momento as curvas do interesse já começaram a correr na estrada do teu coração.

Nesse mapa que a gente pode chamar de destino, de escolha, ou quem sabe ainda de acaso, a hora certa para encontrar alguém ocasionalmente é a mesma hora que você deve abrir a janela do teu carro e jogar todas as malas para trás na estrada da tua vida. E digo mais: dá uma olhadinha bem discreta pelo retrovisor só para ver todas as roupas voando com destino ao nunca mais. Se você fizer isso eu te garanto que no próximo posto o café vai estar beeem quentinho te esperando com um pão de queijo e um pote de Nutella de sobremesa. E quer saber ainda? Eu aposto que esse amor morno não vai te deixar no próximo verão por um simples motivo: ele não veio pra ficar raso e nem fundo, ele veio para ficar no lugar certo.

blog vittamina blog para mulher texto sobre amor suh riediger texto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s