Eu poderia viver mil anos, mas sem vocês nada seria…

Às vezes eu me pergunto porque tantas pessoas que ainda não tem filhos, de uma certa maneira duvidam do amor tão intenso e verdadeiro que a maternidade traz. É claro que o amor é manifestado de diversas maneiras na nossa vida, obviamente que o ser humano não é capaz de amar somente sua prole, mas aquele amor que preenche o coração, que faz esquecer o mundo ao redor, que é capaz de superar a todos e a tudo, que vence qualquer batalha e tem força pra qualquer guerra, me desculpem os que ainda não são mães e pais, mas esse amor somente a maternidade é capaz de trazer. Somente a partir do momento que temos em nossos braços um pedacinho de nós é que conseguimos sentir TUDO isso, porque é um tudo tão TUDO que faltam palavras pra descrever. Esse amor não muda somente a nossa vida, esse amor muda os nossos sentimentos, nossos objetivos, nossas teorias, nossas razões e nossa rotina. Esse amor não muda somente nosso corpo e nossas olheiras, ele muda nossas vontades, nossas compras, nossos interesses (e desinteresses) e muda também nossas amizades… Ah, como muda!

Quando eu vejo uma mulher grávida pela primeira vez logo penso no tanto de noites que vai passar acordada, no tanto de momentos pessoais que vai deixar de lado e no tanto de fraldas que vai trocar. Mas sabem que antes de pensar nisso tudo, eu penso em como ela será feliz a partir do momento em que ouvir pela primeira vez o choro mais lindo do mundo dentro da sala de parto, aquele choro que tem a melodia mais perfeita, que soa como um coral de anjos que é capaz de fazer esquecer qualquer dor ou sofrimento. E depois vem o primeiro olhar, aquela pele de pêssego tão macia e tão igual a nossa, aquela mãozinha tão pequena que parece que vai quebrar… Lembram das noites em claro? Depois disso tudo elas nem serão tão ruins assim… e a barriga que agora carrega vestígios de uma gravidez se transforma no maior orgulho de ter gerado um presente tão lindo, tão amado, tão nosso!

Eu poderia viver mil anos, mas sem as minhas meninas eu não seria ninguém nessa vida. Nenhuma riqueza se compara ao amor que elas me trouxeram, nenhuma conquista é mais linda que vê-las felizes, nenhum momento é mais perfeito que estar com elas ao meu lado. Eu poderia conhecer o mundo, mas nada se compara ao aprendizado que elas me passam todos os dias, nenhuma escola seria mais perfeita que as lições que elas me trazem e me fazem aprender assim, sozinha, indiretamente… Nenhum diamante é capaz de brilhar mais que o olhar delas quando acordam, e nenhum som é mais relaxante que a respiração delas. Quando eu olhei pela primeira vez minhas filhas, a Vitta quietinha e a Martina chorando nos braços da enfermeira, além de eu desejar boas vindas, eu prometi que faria de tudo para que o mundo em que elas pisassem fosse o mais completo, o mais cheio de amor, desejos, vontades, forças e esperanças.Eu prometi que diante de qualquer dificuldade eu seria o muro que sustentaria seus medos ou a balança que equilibraria suas dúvidas. Eu prometi que sempre lutaria pela nossa felicidade, por mais que isso acarretasse um pouco de dor ou sofrimento, inevitáveis. E sabem que eu sei, que no fundo elas me ouviram, elas confiaram em mim. Eu sou, e sempre serei, uma pessoa muito melhor ao lado delas.

PQAAAPC0qeVG6kb0EWB_jD5Ue7-obKNUk_yfr4nWgDJuxWYedL5lgJHL9B8KqndK7Kz5CLVuxpJaICnCyW1Ruh2pKssAm1T1UNJEVdl5-pHJ9pRwt29iBEzy-XGo                        foto do chá de bebê da Vitta
Anúncios

2 pensamentos sobre “Eu poderia viver mil anos, mas sem vocês nada seria…

  1. Sempre leio, nunca comento, mas esse post me emocionou demais. Lindas palavras. É realmente tudo isso mesmo que a maternidade nos proporciona. E a vida muda….mas tudo vale muito a pena.

  2. Poxa realmente muito forte e tocante seu texto… estou ansiosa para sentir este amor tmb… Logo logo a cegonha me presenteia com filhos lindos como os seus, parabéns por ser essa mãe maravilhosa e esse excelente muro que sustenta o bem e barra o mal. Bjus da Prima

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s