Não rejeite um presente dado por uma criança!

A Vitta está em uma fase muito gostosa, ela adora desenhar e fazer desenhos especiais para cada pessoa da família ou amigos, ela faz tudo com o maior amor e carinho. Escolhe o papel, a cor do lápis, desenha a pessoa e tudo o que a pessoa gosta junto, dobra o papel e ainda escreve (no modo dela) uma dedicatória para a pessoa presenteada. Eu fico encantada e sou capaz de passar horas vendo ela fazer tudo isso. E por mais que ela ame desenhar, sabem o que ela mais gosta de fazer durante todo esse processo? O momento de entregar o desenho para a pessoa. A ansiedade e a espera pela reação de quem irá receber o mimo enchem os olhos dela de felicidade.

Porém esses dias aconteceu uma situação mega desagradável. Estávamos na casa de alguns amigos com mais crianças, e entre elas, uma quis dar de presente para um adulto uma bala, do saquinho que estava comendo, e a pessoa rejeitou. Tudo bem, rejeitou sem maldade, sem imaginar a decepção que isso causaria na criança. Ela ficou desorientada, ficou sem palavras, sem rumo, e nem preciso dizer que muuuito triste, né? Diante disso parei pra pensar e pesquisar o impacto que uma simples situação (aos nossos olhos) pode causar em uma criança. Desde uma tristeza momentânea, até um profundo trauma com consequências eternas. Claro que tudo depende da intensidade da situação e da personalidade da criança, mas que afeta de alguma maneira, infelizmente afeta.

Mas então o que fazer quando nossos filhos passam por isso, sendo que fica complicado corrigirmos a terceira pessoa? Claro que ninguém precisa aceitar sem querer; e principalmente quem não tem filhos, não entende muito bem essas situações, que devem ser levadas com naturalidade. Se você estiver junto, tome a frente da situação e diga que você aceitaria com muito amor o que a criança quer dar, seja um pedação de pão, seja qualquer tipo de presente. Uma criança só decide presentear alguém por um motivo muito especial, seja por amor, afinidade ou vontade de agradar. Criança é sincera e intensa, e por mais simpático que seja o “não”, ele irá decepcionar muito quem ainda não tem controle de seus sentimentos.

Parece simples, né? E realmente é. Essa simplicidade em aceitar, em ser simpático, em agradecer e demonstrar que gostou muito do que ganhou irá incentivar ainda mais a criança e sua criatividade na hora de planejar um presente; porque quando ainda são pequenos, pensam em fazer e não em comprar um presente. Irá também aumentar a relação de afeto e carinho com as outras pessoas, aproximando as relações, que serão tratadas com mais respeito e amor. Rejeitar um carinho nunca é saudável, por isso vale a pena prestar atenção nas nossas atitudes. Realmente, na nossa vida são os pequenos detalhes é que fazem a grande diferença!

presene

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s