A beleza (quase perdida) da infância!

Novas teorias e novas mamães nascem à cada década, na época da minha vó, da minha mãe e das minhas tias, tudo era um pouco diferente. Acredito e confio muito nos estudos, pesquisas e novas maneiras de se educar uma criança, mas também acredito muito nas antigas receitas de vó. Isso tem um porque: a infância está perdendo a sua beleza, a sua graça.

Quanta criança é vítima de uma sala de apartamento com um aparelho de vídeo game ou um iPad?  E as voltinhas de bicicleta, e comer areia na praia, e brincar de pega pega no parque? Subir em um pé de limão mesmo, impossível! Vejo hoje muita informação importante sendo distorcida pela ignorância de alguns pais, que não sabem interpretar o estudo transformando o cuidado em aprisionamento, a atenção em comodismo.

Basta estar vivo para estar correndo algum risco. Tem mãe que não leva o filho pra praia com medo de perdê-lo, e sai com frases assim: meu filho ainda não sabe se comportar em ambientes assim. Mas será que um dia ele vai aprender? Educação requer tempo doado, atenção e compreensão. Criança que não se envolve, não tenta para aprender e não recebe incentivo para errar e acertar, não amadurece. Criança que não suja o pé, não aprende a lavá-lo.

Eu apoio o incentivo à cumplicidade com o seu filho, apoio que ele seja seu melhor amigo e esteja ao seu lado sempre, independente da idade. Filho desejado ou filho que chegou por acaso, quer atenção para aprender, carinho para se sentir seguro e amor para ser feliz. Faça novas metas para 2.014 em relação ao seu filho também, se doe mais e se permita mais… ser mais mãe, mais mulher, mais esposa, e mais amiga!

11

Anúncios

3 pensamentos sobre “A beleza (quase perdida) da infância!

  1. Filho dá trabalho e quem quer mais trabalho, né? É mais fácil e cômodo delegar essa função… pena que filhos também precisam de orientação adequada para crescerem saudáveis: físico e emocionalmente. Parabéns pela iniciativa, Suh! Você deve ser uma “mãezona” e tanto. Beijos…

  2. Não sou mãe ainda, nunca havia comentado algo aqui, mas depois deste texto preciso dizer que você é um verdadeiro exemplo de mãe de verdade! Infelizmente nos nossos dias ser mãe é se ausentar o máximo possível da educação da criança e “compensar” essa ausência enchendo-os de presentes altamente tecnológicos.

    Parabéns por assumir a responsabilidade de ser mãe dessas princesas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s